Análise: O Exorcista

E aí seus gavetas, vocês tem medo do desconhecido? Do macabro? Não? Então na análise de hoje vocês ajudarão os padres Karras e Merrin a exorcizar a garotinha Regan MacNeil, livrando-a da possessão do demônio Pazuzu! Não se esqueçam da água-benta! Clique na imagem para assistir!

Ficha Básica
Direção:
Willian Friedkin
Ano: 1973
Gênero: Terror / Suspense
Duração: 122 minutos
Classificação Indicativa: 18 anos

———
– Todas
as cenas do filme são marca registrada de seus proprietários.

Photobucket

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Deixe um comentário, ou trackback para o seu site.

14 Comentários para “Análise: O Exorcista”

  1. Flyfish disse:

    Não sei se considero o filme mais assustador de todos os tempos, mas sem dúvida esse daí tá entre os 10 mais. Pô e que cenas repugnantes hein… Essa da masturbação seria chocante mesmo se fosse em um filme atual. Aliás, acho que “masturbação” nem seria o termo certo… Aquilo tá mais pra uma auto-mutilação.

    Boa análise, Fábio. Nem tinha me tocado nisso dos sons distorcidos que você falou. Boa sacada.

  2. Tarta disse:

    muito louco esse filme

  3. Vivi disse:

    Taí um filme que minha mãe não me deixou assistir qdo era criança!
    Muita boa a análise, tb considero que o filme foi ousado p/ época em que foi lançado.
    Tá na minha listinha de filmes que dão medo.

  4. Luan disse:

    Bom eu lí o livro e gostei muito, eu concordo em dizer que a história é um ótimo terror ao contrário de muitas historinhas de hoje em dia que só rendem em filmes toscos com sustos desnecessários e histórias fracas.
    Só que a versão de 2003 é muito melhor por que é mais completa e tem muita coisa que cortaram no filme mas eu acho isso porque eu lí o livro mas para quem não conhece é bom ver a versão antiga mesmo.

  5. Flyfish disse:

    @Luan

    Ah, você me fez lembrar algo que eu tinha esquecido comentar… Afinal, quantas versões existem desse filme? Eu sei que tem no mínmo 3…

    Eu não cheguei a ver a mais atual, que é a “versão que você nunca viu” (o que parece ser uma ironia pro meu caso), em que mostra aquela cena da Regan descendo as escadas de ponta-cabeça… Mas eu assisti uma anterior a essa, em que já existiam cenas extras.

  6. Manu Agra disse:

    Eu me lembro qd eu vi esse filme qd era pequena, em fitas vhs… acho que era a versão antigo e ainda tinha extras tbm.. falando das pessoas que morreram durante a gravação, do incêndio no estudio e talz [ não sei se era uma jogada de mkt.. mas fiquei com mais medo ainda… hhausha]

    Tbm está na lista dos filmes q mais me dão medo.

    Só me lembro daquele maldito joguinho do labirinto…afee :/

  7. Fábio disse:

    @Vivi:ela fez bem, hahah

    @manu: acho que essas paradas q ocorreram no set tem muito de marketing mesmo, mas nao tira os meritos do filme

  8. Flyfish disse:

    Na verdade, esse tipo de coisa acontece direto… Acidentes são comuns, assim como mortes durante as filmagens.

    Acontece que quando isso ocorre em um filme como esse, a mídia cai em cima.

    Me lembro que aconteceu algo bizarro nas gravações de Paixão de Cristo, do Mel Gibson, também.

  9. Luan disse:

    Bom, eu acho que existem só duas a primeira e a versão que você não viu e que essa última é só a edição estendida só que com outro nome, aliás semana que vem eu vou comprar, tomara que valha a pena.

    Bom eu achei essa análise muito incompleta, esse filme tem ótimos efeitos especiais que fazem as cenas ficarem realistas, eu trabalho com computação gráfica e au acho que os filmes de hoje estão ficando cada vez mais podres e menos assustadores por causa do excesso do uso da computação gráfica e o Exorcista não tem isso e ainda assim tem ótimos efeitos especiais crisdos pelo Dick Smith e eu acho que vocês poderiam fazer aoutra análise falando mais ou menos sobre isso e sobre a maquiagem que também é muito bem feita.
    Espero ter ajudado, floww!!!!

  10. Fábio disse:

    @Luan: Como eu disse, a análise é apenas para despertar a curiosidade, e não ser um tratado sobre o filme… Concordo com vc qd diz que os filmes hj em dia não assustam mais, o CGI precisa ser melhor empregado.

  11. Gabriel Teixeira disse:

    é claro q é o filme mais assustador de todos,para convreter as pessoas novas de minha igreja o pastor pois esse video para assustalas

  12. Fábio disse:

    Rapaz, éu tenho colegas que frequentam igrejas evangelicas, onde o pastor proibe eles de verem o filme… esquecem que é apenas uma obra de ficção

  13. Gabriel Teixeira disse:

    é mais era pra concientisar as pessoas das açoes do diabo,e via quem quisese ver

    foi no acampamento

  14. […] Análise de O Exorcista (por Fábio) […]

Comenta aí, traça!

Powered by WordPress | Free T-Mobile phones at BestInCellPhones.com. | Thanks to Verizon Wireless, Facebook Games and The diet solution