GavetaGrid – Senna

Olá traças! Hoje peço permissão para um GavetaGrid um pouco diferente. Inclusive, diferente dos próximos que faremos com o mesmo título deste. Hoje, estou aqui para fazer-lhes uma indicação: o documentário Senna, lançado no final de 2010, o qual traz excertos da história esportiva deste formidável piloto brasileiro. Mas antes, deixem que eu os situe na minha experiência pessoal com Ayrton Senna.

Caros leitores, sou nascido em 1984, contando com 26 anos hoje e, naquele mesmo ano, chegava à F-1 o maior piloto de todos os tempos, Ayrton Senna da Silva. Confesso que somente comecei a acompanhar o esporte em 1993, talvez contagiado pela paixão de meu pai, quem não perdia um domingo de corrida. Minha mãe já sabia, “domingo, não conte comigo pra nada”, dizia ele. Infelizmente, cheguei tarde para acompanhar e entender os melhores anos da F-1… até agora!

Senna é um documentário apaixonante! Mesmo quem não tem o costume de assistir tal formato de cinema, sucumbiria ao seu poder descritivo. Por ser uma colação de momentos vividos pelo ídolo brasileiro (dentro e fora do esporte), se permite na utilização exclusiva de entrevistas e material registrado entre os anos de 1979 e 1994. Na realidade, é impressionante como essa colcha de retalhos visuais progride na tela sem pausas ou qualquer lacuna, em clara analogia à carreira meteórica de Ayrton.

O longa, narrado pelos próprios personagens, é tão visceral que transporta o telespectador para àquela realidade da F-1 de outrora. Engraçado que mesmo o profundo conhecedor de todas as histórias vividas pelo piloto brasileiro, se permita ao gostinho de torcer novamente pelas suas vitórias e sofrer com as suas derrotas. Entretanto, talvez mais fascinante seja dita dissertação aos olhos daqueles que não viveram ou não conheceram tais fatos. Imaginem traças, me peguei até torcendo, lá no meu profundo íntimo, que o final do documentário fosse diferente da história que já vivi e conheço. Mesmo a película habilmente transportando o telespectador para um momento heróico passado, ainda é um documentário e não uma ficção. Infelizmente, já conhecemos o final.

Em pouco mais de 100 minutos de imagens, Senna nos reapresenta a maior comoção nacional que já conhecemos como País, a trajetória do dono do capacete amarelo, talvez o ícone automobilístico mais conhecido no mundo. O uso de cenas dos bastidores da F-1 traz veracidade e credibilidade à obra, que é pontuada com material filmado nas reuniões pré corrida entre os próprios pilotos e os cartolas da categoria, documentos que não vieram à tona por nenhum meio de comunicação da época, pois certamente era material proibido para a divulgação e deve ter sido guardado sob sete chaves.

Assim, de tão verossímil e progressivo, Senna insere quem o assiste em uma realidade esportiva e política diferente da passada nas exibições tradicionais de F-1. Com uma edição concisa e objetiva, cada segundo de filme é aproveitado para o complemento do todo, até as cenas pontuais dos momentos familiares e da intimidade do tricampeão mundial. O documentário Senna é acessível a todos (e não só aos brasileiros), proporcionando uma sensação muito particular em cada telespectador atingido.

Finalmente, há tempos eu não assistia alguma obra que me imprimisse tanta emoção, com uma pitada de orgulho de ser brasileiro (mesmo com a narrativa sendo parcialmente em inglês). Ponderado o grande potencial comercial do documentário debatido em qualquer ponto do planeta, o brasileiro deve se orgulhar do seu Ayrton Senna do Brasil, lá mostrado como o fora de fato, um verdadeiro herói nacional.

Um grande abraço e até a próxima!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Deixe um comentário, ou trackback para o seu site.

4 Comentários para “GavetaGrid – Senna”

  1. Diego Flyfish disse:

    Ótimo texto.

    Esse, de fato, é um filme que todo ser humano deve assistir!

  2. Milton Rodrigues disse:

    Revi esse documentário ainda esses dias… Realmente era um grande piloto e o filme consegue transmitir tamanho sentimento de perda!! Bons tempos em que a fórmula 1 era movida pelas rixas…

    Lembrando que eu assisti esse filme no piratão, mas tô querendo comprá-lo para poder ajudar a instituição senna. Se não me engano, 100% do valor de venda desse documentário será revertida para a instituição.

Comenta aí, traça!

Powered by WordPress | Free T-Mobile phones at BestInCellPhones.com. | Thanks to Verizon Wireless, Facebook Games and The diet solution