Gavestática 56 – Por um Mundo Melhor – 2


Salve, ratos e traças! Depois de mais meia era glacial, estamos de volta em um divertido (e datado!) podcast casual. Hoje damos continuidade à nossa luta por um mundo melhor, listando algumas daquelas coisas irritantes que nos orbitam!

Entre na sala, pegue um café e participe da conversa mandando um e-mail para contato@gaveteiro.com ou acessando nosso fórum!

Reproduzir

Tamanho: 31,1 mb
Duração: 67:57
Feed do Podcast

Siga a gente no twitter!

Twitter oficial do blog
Vivi
Fábio
Diego Flyfish

Citado no Programa:

Lalalalalalalalalalala… (quanto você aguenta assistir?)
Você sabe com quem está falando? (vídeo)

Comentado no Bloco de Notas:

Enquadrando e Andando (podcast de cinema)
Tlollando (blog de coisas bizarras)
Games in Concert (trilhas sonoras de jogos ao vivo)
Facebook do Gaveteiro

Nos adicionem na Steam:

Diego “Flyfish”
Vivi

Outros podcasts com temas parecidos:

Gavestática 35 – Por um Mundo Melhor
Gavestática 47 – Histórias de Trabalho

 

Deixe um comentário, ou trackback para o seu site.

39 Comentários para “Gavestática 56 – Por um Mundo Melhor – 2”

  1. Erick Leal disse:

    Ae galera, como esse é meu primeiro comentario, nao vou mandar um first, muito menos um baixando, vim para falar que terminei minha maratona gavestatica semana passada,e agradeçer pelos podcasts, que por sinal sao fodas
    Vlw e um Abraço

  2. Klecius Barbosa disse:

    Estou enviando uma vara de bamboo para que façam o uso devido! Pow Flyfish, não esperava por essa!!!

  3. MadDogofAugut disse:

    Caras a melhor parte do Facebook é vingaça de devolver o flood que eu via nos foruns (foruns de verdade e não orkut) e no IRC.
    Também em relação ao ônibus tática era adivinhar onde ônibus iria parar e ser primeiro e ir ao lado da porta.
    Aiken em relação a jogos eu aconselharia a rodar em uma maquina virtual. Tem outros jeitos mas esse é mais rápido seguro porém consome mais da memória ram.

  4. Aiken Frost disse:

    O meu fone de ouvido não só é um baratão desses, como ele é um headset quebrado que eu só uso o microfone, huahuaha.

  5. Neto disse:

    Cara o podcast de vocês já virou lenda, de tão grade que e a demora pra postar um novo UHSUHAUHSUHAUHSUHAUHSUHSUHAUHSUAS…

    Brincadeira a parte, parabéns mais um ótimo cast,e eu acho que todos vocês receberão um telofone dos chefes nos proximos dias ^^, pra vocês terem uma ideia, minha ansiedade por cast’s novos e tão grande que eu entro aqui todo dia pra ver se tem um novo.

    Abraço a todos e estou na espera de um novo 😀

  6. ae vou baixar #GAVESTATICASEMANAL

  7. Natan Gomes disse:

    Quando a Vivi falou que zerou Skyrim, logo lembrei dessa imagem:

  8. Fábio Nazaré disse:

    Muitas colocações de duplo sentido nesse Gav: “espada grande nas costas”, “socar na traseira”, etc…

  9. =Jean Away disse:

    Eu abro o iTunes para ver os novos podcast para ouvir no busão, quando me deparo com a surpresa de um novo Gavestática. Nesse dia notei que as flores brilhavam, os passarinhos desabrochavam e o sol cantava.
    Mas indo para o assunto do cast. No transporte publico, toda vez que vou entrar em um busão eu respiro fundo para aproveitar ao máximo de ar puro, porque lá dentro sempre tem as pessoas com “cheirinhos exóticos”. Mas ouvir podcast no ônibus é uma boa para ignorar um pouco isso, já que ler da enjoô. Só precisa tomar cuidado para não ficar dando risada e ficar com cara de bunda quando perceber que estão olhando para você.
    Ótimo cast. Nem sabia que Bauru parecia MadMax no trânsito. Abraços para vocês. Falou!

  10. Fabio Rangel disse:

    Fala aew Galera!

    Grande surpresa ver que vocês citaram o meu podcast nesse gavestática! Aprecio muito o trabalho de vocês e gostaria, como todos os ouvintes, de posts com maior frequência! =)

    Comentarei sobre vocês no nosso próximo episódio do Enquadrando & Andando!

    Grande abraço!

    • Diego Flyfish disse:

      Valeu, Fábio! Foi mal por não ter dado o feedback lá no site nem ter respondido o email, mas eu tinha baixado o programa e ouvi no dia seguinte no trabalho, aí esqueci de voltar para comentar.

  11. Jonas Vieira disse:

    Fala rapeize!

    Bah como dei risada nesse podcast, foi tanto assunto variado que vou fazer diversos curtos comentários:

    – Fiquei muito emocionado e honrado quando vcs citaram meu post no podcast anterior com a música tema de Skyrim no fundo =D, no momento eu estou no nível 49 mas já não estou jogando como um viciado.

    -Não gosto de MMORPG e fui inventar de jogar Wow na época que eu trabalhava e tinha que fazer monografia (péssima idéia)

    -Aqui em Balneário Camboriú é possível ouvir Michel Telo quase que diariamente ainda (inclusive a versão em inglês)

    -É verdade que nós do sul levamos faixa de pedestre a sério, o problema que minha cidade é turística então nós corremos o risco de sermos atropelados por alguém de fora. O problema que temos muito trânsito no verão e o povo parece que tem orgasmos de tanto que gostam de buzinar

    – Já sabotei uma entrevista de emprego com dinâmica em grupo retardada, depois disso me perguntaram qual era meu maior defeito, eu respondi ”Sérias dificuldades em acordar cedo” =p

    -Já cancelei a assinatura de mais de 15 pessoas no Facebook e realmente ele ta cansando, vale citar também aqueles posts do tipo ”Compartilhe esta imagem do bebê com cancer pois o Facebook doará 5 centavos por vez”, eu fico velho mais rápido quando vejo esse tipo de coisa.

    – Ter que pegar ônibus serve pra moldar nosso caráter né? Por aqui tem muita casa noturna então é comum ver cara dormindo em ônibus as 7 da manhã voltando de festa…isso quando não vomita =/

    • Fábio Nazaré disse:

      Já estive em Balneário. É bem tenso no verão mesmo, mas qual cidade de praia não o é hehe

  12. Rodrigo Amorim disse:

    Olá Pessoal! Antes de tudo gostaria de parabenizá-los pelos podcasts, nunca ri tanto escutando um como ri no Gavestática 55, o primeiro que escutei (tudo bem que não sou de escutar mto podcast rs). Apesar de não ser um Nerd Clássico (aquele q é nerd desde criancinha) curto tudo que rola aqui no site e cheguei até vcs atraves de um post do Game Of Thrones X O Matador de Reis e desde então só trabalho escutando vcs. Nem sou muito daqueles caras que sempre faz comentários em blogs, posts e etc, mas me senti a vontade de entrar em contato principalmente depois que escutei o podcast com o Eduardo Spohr e nele vcs falam que acham importante o comentário dos novos gaveteiros…então ta aí! Percebi que é importante comentar pois funciona como um incentivo!

    Um grande abraço pra vocês!

    • Diego Flyfish disse:

      Pô, me sinto feliz em ver que você entendeu nossa preocupação e gratidão por cada feedback. Sempre temos muitos downloads, mas poucos comentários (acho que a maioria dos podcasts é assim, na verdade) então é sempre fundamental saber a opinião da galera, principalmente de quem tá chegando.

      A ironia é que eu mesmo não sou muito de comentar em blogs. Eu acompanho o nerdcast desde a edição de código da vince (deve ser lá pela 15) e comentei em pouquíssimos até hoje, tudo bem que eles nunca deram muita bola por comentários mesmo, talvez seja isso.

      Enfim, seja bem vindo e mesmo que eu não veja um comentário seu por aqui, deduzirei que você faz parte dos “satisfeitos silenciosos” hehe

      Abração.

      • Rodrigo Amorim disse:

        Hahaha acho q eu realmente não comentava pelo mesmo motivo…geralmente a galera não dá mta atenção aos comments! rs Mas vlw pelo reply!

        Acabei que nem falei nada sobre esse podcast: fiz faculdade de administração e o lance das dinâmicas foi muito bom. Mas acontece que geralmente elas são feitas à moda caralho e acabam não avaliando absolutamente nada dos candidatos, sem contar que isso não pode ser o único critério para a escolha de um ou outro candidato, mas sim parte de um conjunto de avaliações pra verificar se você serve pra função!

        Agora, sem dúvida, pior que entrevista de emprego é entrevista pra estágio. Muitas das vezes as empresas querem caras experientes. Porra se eu fosse experiente não seria mais estagiário!!!! Aí acaba acontecendo o que o Aiken falou, aparece geralmente uns caras sinistros, que estudaram 15 anos na Europa, fez iniciação científica em Cambridge e o kcta! Fiz uma entrevista para um Banco de Investimentos e a entrevistadora pede pra falarmos de um momento de desafio na nossa vida, e o cara me diz q deu palestra pra 50 pessoas quando morava na Holanda! Porra o cara tinha 19 anos e foi palestrante na HOLANDA! Enquanto que a minha maior experiência foi ter morado numa república com mais 10 pessoas! Aff!

  13. Hahaha, sério que tem uma galera de Bauru aí também?
    Devemos ter quase sofrido acidentes juntos.

    hahahaa

    Grande Abraço galera.

  14. Valdir disse:

    Olá, pessoal, muito bom o programa. Dois comentários:

    1 – Eu estou morando em Brasília, aqui é provavelmente o único lugar do Brasil em que se respeita (pelo menos de um modo geral) a faixa de pedestres. Quase não acreditei, basta levantar o braço na faixa e os carros realmente param. Eu já estou mal acostumado, quando volto para minha cidade ou vou para outro lugar do Brasil sinto uma grande falta =(

    2 – Sobre a questão do uso de Doutor para advogados e médicos. Na verdade é um Decreto Imperial de Dom Pedro I que conferiu esse título (o decreto é do ano de 1827), e, pela interpretação atual majoritária, seria apenas para os bacharéis em direito que se inscreverem na OAB. Os médicos não foram contemplados.

    Tenho uma história interessante sobre isso, eu estagiei no Ministério Público e um cidadão apresentou certa vez uma representação lá, pedindo para que o MP entrasse com uma ação a fim de proibir os médicos e advogados de serem chamados de doutor, porque eles estariam “enganando a sociedade”, eheheh… pra vocês verem, tem gente que faz questão que chamem, e outros que chegam a fazer um pedido desses no Ministério Público (a representação foi arquivada).

    Abração,

  15. Panon disse:

    Nao cheguei a ler todos os comentarios acima, entao nao sei se alguem ja falou, mas caso ninguem tenha dito essa musiquinha do “lalala” e a do Happy Three Friends nao?

    De forma geral o Sul e bem melhor em relacao ao transito do que o resto do pais… Mas a minha cidade (Cascavel – PR) tem um dos maiores indices de acidentes do pais (nao me lembro agora a colocacao) =/

    Sobre os empregos, vou so citar uma grande musica: “Eu demiti o meu patrao depois do meu primeiro emprego. Ele roubava o que eu mais valia e eu nao gosto de ladrao”. Quanto as entrevistas eu sou um desses que quando me perguntam meu “ponto fraco” falo que sou perfeccionista demais… Mas eu realmente vendo isso como o defeito que e hahaha. Meu pai nao e do RH, mas como ele e um gerente de banco direto ele faz entrevistas pra emprego e ele me ensinou alguns truques: Voce nao tem que dizer o que voce acha que eles querem ouvir, o que voce tem que fazer e falar com confianca e determinacao, passar pro cara a impressao de que voce da conta de seja qual trabalho voce esta se candidatando e que alem disso ainda vai ser prestativo.

    Sobre o lance do “doutor” eu nao me lembro ao certo, mas se nao me engano tem alguma coisa a ver com a epoca do Dom Pedro, quando a Universidade do Rio de Janeiro foi aberta, e so tinha os cursos de Direito e Medicina, ai se instaurou a “tradicao” de chamar medicos e advogados de doutores. Tem mesmo uma lei que confere o titulo de “doutor” aos “meros bachareis” de direito =/

    Sobre o Evangelion, eu nunca li o manga, apenas assisti o anime, e é pos-apocaliptico mesmo. A historia começa depois do ataque do primeiro “anjo” que devastou a humanidade. Sem entrar em spoillers, os humanos criaram os mechas (nao sao robos) chamados “Eva” para combaterem os outros anjos que viriam depois.

    • Fábio Nazaré disse:

      Me corrija se eu estiver errado, mas os mechas não eram tipo uns humanóides gigantes vestidos com uma roupa mecânica? Tipo, formando uma espécie de bio-robô gigante? Eu achava isso muito bizarro…

  16. Wallach disse:

    Essa música do Michel Teló é tão insuportável que quase posso repetir a frase no sentido denotativo: ASSIM VOCÊ ME MATA. Parabéns pelo podcast galera, foi muito legal, continuem assim! 😀

  17. michell disse:

    kaoskaoksoaksoaks’ me caguei de rir, e o pior é ter que aturar uns fiasdaspultas me zuando, sabe como é, meu nome é michell… sempre tinha um maldito falando “ai se eu te pego” quando passava por mim, mandava ir pro irferno falando q o diabo tbm se chama michel. nunfode… pega ele que eu quero ver. eu só queria ter um bastão de beisibol e dois minutos com o teló, iria resolver tudo isso.

    parabés galera, bem legal o podcast de vc, me tornei fã.

    paz e amor.

  18. ryondragon disse:

    O podcast fico animal! e devo dizer que eu sou um cara muito extressado, mais por algum motivo adoro essa musiquinha,lalalalalalalalalalalala,4:20 e continuando kkkkkkkkkk.

  19. Sr_Ânimo disse:

    Fala ae galera, que bom que aos poucos tão voltando, eu sou fãn do gaveteiro.
    fica ai a versão em video do lalalalalalalalala, com a dança completa.
    heheheheh.

  20. jonathan disse:

    Olá. puts esse é o meu novo podcast favorito!

    vou ser chato, realmenete dinamica de grupo e gente que diz meu pior defeito é o perfecionismo são um saco, mas eu entendo um pouco o pessoal do RH, eles tem que analizar alguém que eles nunca viram e investir um puta dinheiro (contratar gente no brasiU sempre é caro), e muitas perguntas/comentários estranhos surgem como uma forma de tentar se identificar com o candidato e poder tirar alguma verdade daquele monte de baboseira que todos nós falamos numa entrevista … claro tem também os entrevistadores que simplesmente são idiotas

  21. Bronson disse:

    Como sempre o gavestatica muito massa!

  22. Renan MacSan disse:

    Parabéns pelo cast, a dinâmica de vcs é bem legal.
    Que venha logo o próximo!

Comenta aí, traça!

Powered by WordPress | Free T-Mobile phones at BestInCellPhones.com. | Thanks to Verizon Wireless, Facebook Games and The diet solution