Gavestática 51 – Histórias de Viagens


Salve, ratos e traças! No programa de hoje, vários pequenos casos de nervosismo, apreensão, estresse, frustrações e bizarrices já ocorridas durante nossas viagens.

Entre na sala, pegue um café e participe da conversa mandando um e-mail para contato@gaveteiro.com ou acessando nosso fórum!

Reproduzir

Tamanho: 22,6 mb
Duração: 49:27
Feed do Podcast

Siga a gente no twitter!

Twitter oficial do blog
Vivi
Fábio
Diego Flyfish

Alguns links:

Guia de Sobrevivência para Viagens de Ônibus (Blog do Lauro)
Scream Fan Film (filme do nosso amigo Roberto Glad)
Gavestática com a história do Ferdinando (da meia)

Outros podcasts com temas parecidos:

Gavestática 35: Por um Mundo Melhor
Gavestática 48 – Lançando a isca para os Trouxas

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Deixe um comentário, ou trackback para o seu site.

30 Comentários para “Gavestática 51 – Histórias de Viagens”

  1. Toicinho disse:

    Que foda!!!

    Eu vou no casarão da Família Addams um dia!!!

    Essa viagem foi quase tão foda quanto a Eurotrip!!

  2. Seiya Nerd disse:

    Gostei Mto! Está ficando cada vez mais empolagnte os Casts!
    Achei mto interessante o lançe dos convidados, vcs deveriam fazer mais isso.
    Ah! Estou esperando a continuação das aulas de Pod casts.

    Skype: seiyanerd
    Abraços

  3. Júlia Veras disse:

    Curti o cast, bem divertido, mas achei absolutamente desnecessárias algumas colocações preconceituosas. Enfim, fica aí o toque.

    Beijo para todo o mundo.

    😉

    • Diego Flyfish disse:

      Ah, Júlia! Não leva a sério essas coisas. Não é preconceito as coisas que falamos, é tudo em tom de brincadeira mesmo. Foi que nem um ouvinte que comentou esses dias no programa de fantasmas (Gavestática 20), dizendo que a gente tinha sacaneado os ateus. Nem é, eu respeito muito os ateus (inclusive o Eduardo Spohr é ateu, cara que a gente é super fã e já participou de um cast).

      Mesma coisa para chineses, japoneses, negros, homossexuais, etc…

      A gente fala aqui tudo que falaríamos numa roda de bar, por exemplo. Quando amigos se reunem, saem essas coisas e não é, necessariamente, preconceito.

    • Caio disse:

      É, Júlia. =)
      Sempre que escuto podcasts, levo as conversas como uma brincadeira. PRINCIPALMENTE o Nerdcast hahaha
      Eu ouvi o podcast e não achei preconceituoso assim. E olha que tenho todo o tipo de amigo e amiga e inclusive eles nem se incomodam com isso por saberem que é apenas uma brincadeira. ^^

  4. Caio disse:

    Ouvi na madrugada de hoje e fiquei imaginando as minhas histórias de viagem… O máximo que já fiz foi ir pra São Paulo aos 6 e aos 21 anos… O resto é interior da Bahia todo santo ano e nada de interessante…
    Adorei as histórias, ri bastante! Mas achei que ouviria mais… Cuidado Flyfish, sempre falando de mim, a Vivi vai ficar com ciúmes… ahuahuah
    Em mais de 4 anos pegando ônibus para Salvador sozinho, nunca aconteceu nada de “interessante” (nem assalto) =/

    Valeu pessoal! Força pra todos vocês continuarem com o Gaveteiro . =)

  5. Roberto.Glad disse:

    aew, show de bola esse cast, muito diverto, estou voltando a postar aqui, eu essa semana ouvi o cast 50 via celular quando estava na fila da loterica pra paagr contas, a cena foi muito engraçada, eu dando risadas do nada, e bem voltando ao post, agradeço terem comentado meu fan film no final, e um grande abraço a todos ai do gaveteiro!!!!

  6. Júlia Veras disse:

    Então, gente,

    Só por que é piada, não acredito que seja válido a gente perpetuar algumas colocações preconceituosas. Quase sempre, a piada é a forma mais presente no dia a dia desse tipo de problema.

    Quantas vezes a gente num já se aborreceu com brincadeiras dos outro? Num acredito que isso seja argumento não. Sempre lembrando que seus amigos até podem saber que essas colocações não são mal-intencionadas, mas vcs num tão falando só para amigos não, tão falando para o mundo (olha só, quanta importância – e responsabilidade tb!!!). Podemos até não terem ideia, mas é no dia a dia que a
    gente ajuda a fortalecer ou enfraquecer certos conceitos e estereótipos. Eu sei que discurso é chato, mas …é importante pensar nisso.

    Ah!! E eu tô ligada que vcs querem enganar a gente – o Ferdinando é uma invenção. Não é possível. Não é!!!!!

    Beijos grandes.

    • Diego Flyfish disse:

      Eu entendo que boa parte da sua opinião vem do seu meio profissional, já que como jornalista todo cuidado é pouco na hora de falar esse tipo de coisa.

      Mas estamos aqui mais para entreter do que informar. Nas gravações falamos de tudo o que falaríamos em uma roda de amigos. E em um podcast informal (como o nosso), os ouvintes têm que relevar as coisas faladas aqui. Da mesma forma que dizer que filmes de brucutus formaram nosso caráter (frase dita no gavestática 50) é um exagero, muito do que é dito em relação à outras coisas também são. E a proposta do Gavestática sempre foi essa, vide a própria página do programa, onde está escrito:

      “Pedimos encarecidamente que não levem a sério tudo que escutarem aqui, seu cérebro será mais saudável assim…”
      http://www.gaveteiro.com/gavestatica/

      E uma coisa que o Jovem Nerd (do nerdcast) costuma falar muito nos programas dele e eu sempre concordo quando escuto, é que as pessoas têm que levar a vida menos a sério.

      Eu agradeço seu comentário, pois você é uma ouvinte e amiga que está nos apoiando desde o início do blog e sei que você se preocupa com a gente. E a discussão até merece um programa específico futuramente (que por coincidência já estamos querendo fazer há uns meses).

      E também imagino que nada que te falei vai fazer você mudar de idéia. Hehehe
      Beijão

  7. Errør 404 disse:

    ‘Vale tudo… Só não vale dar o cu!’ – Clarice Lispector

    HUAHuahaUHAU… Muito bom esse Gavestática… Rolei de rir!!!
    Abraço, galera!!!

  8. Wallach disse:

    PODCAST O QUAL DEI MAIS RISADAS FOI ESSE!

    P*rra, esse gavestática foi FODÁSTICO! Incrível as histórias contadas, PRINCIPALMENTE a história do Ferdinando, quando ele falou “UMA CEPA DUM NEGO”, eu pausei o player porque comecei a chorar de rir. Enfim, pena que não tenho histórias de viagens pra contar.

    Parabéns pelo podcast, cada vez melhor!

  9. joNAS disse:

    Huahauhauhuahauhaua essa história do Lauron foi ótima, o bicho eh muito engraçado, e olha Vivi já disse uma vez, mas depois dessas suas histórias repito que vc deve se benzer =p

    E para contribuir: Moro em Balneário Camboriú SC, minha viagem mais longa foi para os EUA, mas a pior foi quando inventei de ir para Xanxerê SC (minha terra natal) no carnaval, a moça me vendeu a passagem no dia errado, e soh descobri na hora de embarcar entao o motorista disse que eu teria que viajar 10 HORAS sentado no chão do ônibus…e pra piorar descobri la que eu odiava carnaval (tinha 15 anos sem muita noçao do que era aquilo)…a história é curta mas as 10 horas foram longas heehehehhe

    Parabéns ótimo podcast, foi uma bela idéia, me parece que a qualidade sonora melhorou muito =D

    • Diego Flyfish disse:

      Sério que a qualidade sonora melhorou? Não fizemos nada de significante ultimente.

      Pô, 10 horas no chão pra ir pra carnaval… Que vida hein. Hahaha

      • joNAS disse:

        Bah não sei dizer direito pq achei o som melhor, creio que achei mais limpo o som, mas foi uma melhora sutil eu nunca achei que a qualidade fosse ruim. (e nao, eu nao troquei de fone de ouvido ou pc =p)

  10. Lauron, o conquistador disse:

    agora que eu li os comentários aqui, eu só queria dizer novamente que eu não sou homofóbico não, os filmes de lésbicas que eu tenho aqui no computador tão aí pra provar o contrário ^^

  11. Lauron, o conquistador disse:

    e eu tb não sou preconceituoso não, eu só não gosto de alemão porque eles falaram que iam matar todos os judeus e fizeram um serviço de preto ¬¬

  12. ouvinte novo disse:

    Olá, Começei a ouvir o podcast a uns 2 meses por indicaçao do hugo soares do PLN no twitter.Não me arrependi e ouvi quase todos desde o primeiro.Alguns temas nao me interessavam,porem o podcast é tao engraçado e bem editado que mesmo assim eu ouvi.O ultimo que ouvi foi o das bizarrices,que deve ser o 45.Gostaria de agradecer a esse podcast q ja me fez rir muito e pedir pra sempre continuarem com o bom trabalho.
    Abraço PS.:O podcast antigo que vcs comentam,”radio noite ct” esta em algum site para baixar??

  13. Sr. V disse:

    Quando eu vi o tema do gavestática achei que vocês iam falar sobre LSD, maconha…

  14. Davi(8) disse:

    Não viajo e viajo, minha casa fica a 25 km da universidade, então são 90min de ida e 90 min de volta todo dia.

    Diego,parabéns pela edição, as vinhetinhas de músicas ficaram bem encaixadas e os efeitos sonoros também,convidados são legais, ainda mais com as histórias absurdas que contaram, deveria chmar mais vezes o “mano” do Jazz e Blues aí, deve render bastante em outros programas.

  15. Diego Ferreira disse:

    Ah eu achando que esse programa ia ser sobre bebedeira

    Ótimas histórias eu ri bastante (por acaso a vivi tem alguma historia que ela não se machuca?), mas esse programa me fez lembrar uma viagem bem ruinzinha que eu fiz quando era moleque.

    Teve um ano que decidimos ir para o Beto Carreiro de ônibus, tranqüilo quando chega o dia da viagem eu descubro que vou ter que ir no vão (só me avisaram isso no dia lógico..) entre os bancos sendo que na época minha irmã ocupava 1 banco e meio e minha mãe Tb não era magrinha. Ainda por cima eu tinha um problema grave de enjôo e não tinha remédio que dava jeito, enchi sacos e mais sacos de vomito e de inicio fomos para Itajaí eu acho e a viagem acho que era para 16 horas durou mais de 30 devido a problemas no ônibus então imagine ir amassado, vomitando de 5 em 5 segundos se eu tivesse ido em pé teria sido mais confortável mas pelo menos a viagem valeu a pena tirando toda parte que tinha que entrar no ônibus

  16. Gabriel Victor disse:

    Sotaque de carioca é neutro sim!!

    O português vem de Portugal, e o mais parecido com o original somos nós! Não vem com essa não cara-pálida!

  17. Davi(8) disse:

    Sotaque de robô: (link)

  18. jonathan disse:

    a força aerea brasileira não tem migs

  19. MarcossHenry disse:

    opa,galera…fantastico trabalho,tou revendo todos os podcasts,e esse foi demais,as historias foram muito engraçadas embora algumas tragicas aashuuahs,volta em meia me lembro de alguma historia e riu do nada la no trabalho,vcs sao demais!

  20. Pablício disse:

    e ai galera tranquilo?
    sou de Vitória da Conquista BA, ouvinte novo de seus podcast
    to gostando muito dos assuntos, vcs me conquistaram com o podcast dos brucutus, só não gosto muito quando os assustos são meios nerds, como game e outros mas é isto ai abraços

    😉

  21. takerofa disse:

    Aprendi com esse podcast a nunca mais reclamar das minhas viagens hsuashauhuahuashaushhsuahsuashusa

Comenta aí, traça!

Powered by WordPress | Free T-Mobile phones at BestInCellPhones.com. | Thanks to Verizon Wireless, Facebook Games and The diet solution