Desenterrando Tranqueiras: Fallout 1 e 2

Salve, camaradas! Mais uma vez, eu, Aiken, trago um desenterrando pra vocês. Depois de uma certa ausência, dessa vez o assunto são os meus jogos favoritos até hoje: FALLOUT!

THIS IS... VAULT THIRTEEN!!!

THIS IS... VAULT THIRTEEN!!!

Mas eu não estou falando daquela coisa pop chamada Fallout 3 (que não importam o que digam, NUNCA vai ser Fallout), da Bethesda e sim dos jogos clássicos desenvolvidos pela Black Isle Studios e produzidos por Tim Cain e Fergus Urquhart (Fallout 2). A série Fallout é baseada em um mundo pós-apocaliptico onde o jogador tem total liberdade para andar, fazer quests, coletar armas, equipamentos e aliados. O tipo de cenário sandbox, hoje praticamente tido como símbolo dos jogos da série GTA.

O cenário tem MUITO de Mad Max e de filmes e séries da década de 50. O medo da guerra nuclear que inspirou tantas histórias foi levado às últimas consequências pelos produtores do jogo e deu origem a uma espetacular narrativa recheada de referências e retrofuturismos. Computadores à válvula, pistolas de raios e muitas, MUITAS piadas ao tratar de tudo isso. Um humor negro, ácido e pilhas de citações à cultura pop completam o círculo. É possivel identificar coisas saídas de Star Trek, Doctor Who, O Guia do Mochileiro das Galáxias, Robocop, Monty Phyton… A lista é gigantesca.

O sistema SPECIAL, perceba que até mesmo o nome, sexo e idade podem ser mudados

Falando do sistema, Fallout 1 e 2 eram RPGs eletrônicos como pouquíssimos conseguiram ser até

hoje. Combinando uma possibilidade quase infinita de ações com uma enorme gama de diálogos, você pode levar o rumo da história para virtualmente qualquer direção. Inicialmente, os jogos iriam se utilizar o GURPS, da Steve Jackson Games, mas os frescos não permitiram a utilização do seu sistema de RPG, não querendo assossiá-lo a um jogo tão violento… Por este motivo, a série utiliza um sistema próprio chamado SPECIAL, também uma sigla, que pode ser achado como sistema de mesa com relativa facilidade na internet.

Infelizmente nem tudo são flores radiotivas e carnívoras no universo Fallout… Apesar de ser um jogo muito maneiro, Fallout 2 foi lançado às preças em ’98, tornando-o um dos jogos CAMPEÕES em bugs. São literalmente milhares deles. Um patch não-oficial lançado por Killap, um dos membros da comunidade online de Fallout, concerta sozinho mais de 1000 deles, sem falar nos patches oficiais. Não só isso, a comunidade Fallout, além de ser conhecida como a comunidade de jogadores mais xiitas e chatos de toda a internet (eu incluso, claro) vive lançando patches, mods e mais coisas pra Fallout ao longo dos anos. Esses dois são jogos que, se depender dos fãs de verdade, nunca vão morrer…

fallout2box.png

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Deixe um comentário, ou trackback para o seu site.

1 Comentário para “Desenterrando Tranqueiras: Fallout 1 e 2”

  1. Evilzin disse:

    uma palavra pra definir:

    NOSTALGIA.

Comenta aí, traça!

Powered by WordPress | Free T-Mobile phones at BestInCellPhones.com. | Thanks to Verizon Wireless, Facebook Games and The diet solution