Categoria: ‘Livros’ Últimos posts

Tomo da Traça: A Passagem

Salve pessoal do Gaveteiro! Meu nome é Charles Lindberg, mas vocês podem me chamar de Coruja. A partir de hoje estarei contribuindo mensalmente com resenhas literárias variadas para o site, e espero que meu gosto não os chateie até a morte! Não tenho muito a dizer sobre a minha pessoa, mas estou certo de que os chefes vão deixar meus links aqui em algum lugar (risos). Para começar esta (quase) nova coluna, decidi falar sobre um dos meus livros de ficção científica favoritos: A Passagem, um título extraordinário que certamente poderia ser mais conhecido aqui pelo Brasil. Então, vamos conhecer?

Amy Harper Bellafonte, a Garota de Lugar Nenhum, nasceu uma menina normal em um momento complicado na vida de sua mãe solteira. Ninguém tinha como saber como, quando ou por que ela seria uma peça vital na salvação da humanidade.

[caption id="attachment_18440" align="aligncenter" width="500"]À esquerda a capa da primeira edição brasileira; à direita, a segunda, relançada pelo selo Arqueiro da Sextante. Gostaria de ter essa segunda, ó, achei mais zica. À esquerda a capa da primeira edição brasileira; à direita, a segunda, relançada pelo selo Arqueiro da Sextante. Gostaria de ter essa segunda, ó, achei mais zica.[/caption]

Tomo da Traça: Codex Alera, de Jim Butcher

Mais uma vez venho fazer um review de Jim Butcher! Mas olhem pelo lado bom, pelo menos não estou aqui para falar novamente sobre Brandon Sanderson! Não me julguem, não tenho tido muito tempo para leitura ultimamente. Sabem como é, basta entrar um video-game da nova geração na sua vida e essa é a única […]

Tomo da Traça: Promise of Blood, de Brian McClellan

Promise of Blood é o primeiro livro da “Trilogia do Mago da Pólvora” (Gunpowder Mage Trilogy, no original), escrito pelo autor americano Brian McClellan e publicado em 2013. Parte do nascente gênero “gunpowder fantasy” – que, aparentemente, é algo que existe – Promise of Blood foi continuado em The Crimson Campaign em maio desse ano […]

Tomo da Traça: Dresden Files – Skin Game, de Jim Butcher

Skin Game, lançado na semana passada no dia 27, é o décimo quinto livro da série Dresden Files, a maior série de fantasia urbana da atualidade e uma das minhas séries literárias favoritas. Para os “não-iniciados”, Dresden Files é uma história que se passa em um mundo que, na superfície, é exatamente igual ao nosso. […]

Tomo da Traça: Wheel of Time – The Eye of the World, de Robert Jordan

O primeiro livro da série Wheel of Time, intitulado The Eye of the World, segue o padrão de histórias de fantasia de forma completamente tradicional: os jovens-futuramente-heróis na segurança de sua vila natal seguem suas vidas sem ter noção dos perigos e excitações do mundo exterior… até que um evento terrível traz até eles tudo […]

Tomo da Traça: The Wheel of Time, de Robert Jordan e Brandon Sanderson

“A Roda do Tempo gira, e Eras vem e vão, deixando memórias que se tornam lendas. Lendas desvanecem-se em mito, e até mesmo os mitos se tornam a muito esquecidos quando a Era que lhes deu origem surge novamente. Em uma Era, conhecida como a Terceira Era por alguns, uma Era que ainda estava por […]

Tomo da Traça: Elantris, de Brandon Sanderson

Parafraseando a espetacular introdução do livro, Elantris era a cidade dos deuses. De uma beleza inenarrável, seus habitantes eram ainda mais incríveis. Escolhidos de forma aparentemente aleatória e transformados por uma força misteriosa, o Shaod, essas pessoas se tornavam muito mais do que meros humanos. Soldados, nobres, camponeses ou mendigos, todos aqueles escolhidos pelo Shaod […]

Tomo da Traça: Hard Magic, de Larry Correia

Quando eu leio um livro qualquer, eu tenho o costume de, mesmo que inconscientemente, compará-lo às obras dos meus autores favoritos. Acredito que com a grande maioria das pessoas seja assim também. Acho que quase ninguém consegue ler um livro com temática medieval hoje em dia sem traçar paralelos com Tolkien, George Martin ou Bernard […]

Tomo da Traça: Steelheart, de Brandon Sanderson

SteelheartImagine um planeta Terra no qual seres humanos normais subitamente se descobrem possuidores de superpoderes como o dos personagens de quadrinhos. Capazes de feitos incríveis de força, velocidade e resistência, habilidades mentais ou ilusórias, controle de energia ou da escuridão… Uma proposta bem comum em histórias de super-heróis. No entanto, imagine que absolutamente todas essas pessoas são seres humanos horríveis. Mesquinhos, cruéis, egoístas, simplesmente sem qualquer moralidade ou ética que os impeça de usar os seus poderes para propósitos destrutivos. Esse é o cenário de Steelheart, novo livro de Brandon Sanderson.

Sanderson é um dos meus autores favoritos e eu já escrevi sobre ele aqui no passado. Previamente conhecido por seus livros de fantasia sombria e mais adulta, Steelheart representa uma nova investida em direção ao público jovem e sua primeira novela voltada para o gênero dos super-heróis. E ele definitivamente se mostra tão à vontade nessas paragens quanto em seu estilo urban-dark-fantasy tradicional.

Tomo da Traça: As Crônicas de Gelo e Fogo X As Crônicas do Matador do Rei

Hoje o Tomo será diferente do usual. Falarei não sobre um livro ou uma série, mas compararei duas das séries de fantasia: As Crônicas de Gelo e Fogo* e As Crônicas do Matador do Rei*. Os primeiros livros de cada série, A Guerra dos Tronos de George R. R. Martin e O Nome do Vento de Patrick Rothfuss já apareceram aqui no tomo. O primeiro autor é um veterano da fantasia, renomado, trabalhou em Hollywood, possui vários outros livros, um sistema de RPG próprio, um Trading Card Game, e recentemente atingiu a Apoteose com seus livros ganhando as telas em uma superprodução da HBO: A Game of Thrones. O segundo, atualmente meu autor favorito, não tem nem de longe um gabarito tão grande, mas os dois primeiros livros de sua primeira série receberam uma avalanche de críticas positivas, algumas até considerando seu segundo livro o melhor livro de fantasia já escrito, e todas de pessoas importantíssimas dentro do mundo da literatura fantástica (que, infelizmente, é minúsculo no Brasil).

Powered by WordPress | Free T-Mobile phones at BestInCellPhones.com. | Thanks to Verizon Wireless, Facebook Games and The diet solution