Desenterrando Tranqueiras: Esqueceram de Mim

Eu DESAFIO vocês a me dizerem um filme infantil se quer, nos dias de hoje, onde o garoto se defende de bandidos usando armas como: ferro de passar, querosene, tijolos, pregos, dentre outras armadilhas típicas vindas da mente criativa de um moleque de 10 anos. Pois é, Esqueceram de Mim é a prova de que a violência divertia muito mais do que qualquer Hannah Montana de hoje.

É claro que eu não ia deixar esse 24 de dezembro passar sem postar algo ligeiramente natalino aqui. Pensei em várias coisas, quando me deparo com esta pérola passando no Cartoon Network (sim, assisto isso). Me surpreendi, pois aquele filme que fez parte da minha infância (várias vezes, em cada reprise da Globo), ainda me causava uma boa sensação, e me levou de volta àquela época. A história de uma viagem feita as pressas no natal, de tal forma que o caçula da família, Kevin, acaba sendo esquecido sozinho em casa, me pareceu muito realística quando assisti pela primeira vez, no cinema! Afinal, o que eu via naquela tela não era uma aventura em um mundo de fantasia, com piratas ou alienígenas. Era uma casa. Aquela até podia ser a minha, se meus pais fossem ricos. Imaginem o que uma criança não faria estando só em seu lar, sem nenhum adulto para censurá-la ou mandá-la dormir. Até hoje quando tomo sorvete direto do pote, durante a madrugada (não que o faça com frequência), eu me lembro de certa cena em que Kevin se deliciava fazendo isso sem ninguém para lhe puxar a orelha por tá comendo porcaria e vendo TV até tarde.

Claro que não demora para a coisa começar a dar merda… Ou então não haveria a “confusão” nessa sessão da tarde! E isso iria contra as leis do universo…

Dois ladrões “meia-boca” inventam de tentar saquear a casa de Kevin, achando que ela estaria vazia durante o feriado. O detalhe é que quanto mais o garoto se assusta, mais ele consegue elaborar engenhosas armadilhas para se livrar dos larápios. Indo do óbvio “colocar enfeites pontiagudos de natal na entrada da janela”, até preparar certo mecanismo que ativa um maçarico na cabeça do invasor ao abrir a porta… Cara, assistindo novamente, me impressionei com a violência do filme. Interessante como naquela época, nós simplesmente ignorávamos essas coisas, sem preocupação.  Era muito natural ver um sujeito tostar a mão em uma maçaneta aquecida a um milhão de graus e ficar com a palma marcada por uma queimadura em formato de M. Sem falar dos tijolos, baldes e caixas de ferramentas arremeçadas diretamente no rosto de algum infeliz. Tudo aquilo causava risadas incontroláveis no público… Isso acabou! Certamente, depois que algum sujeito (que provavelmente não tinha o que fazer) ter dito que aquele entretenimento influenciava crianças a serem violentas.

Sei lá… Eu me considero uma pessoa totalmente pacífica e cresci vendo isso. O sobrinho da Vivi bate em todos os coleguinhas da escola e adora Backyardigans.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Deixe um comentário, ou trackback para o seu site.

5 Comentários para “Desenterrando Tranqueiras: Esqueceram de Mim”

  1. Tarta disse:

    Nossa muito bom mesmo, e outra é um dos poucos filmes que o 2 é tão bom quanto o primeiro.

    “E fique com o troco seu animal” Rátátátátátátátá.

    feliz natal a todos

  2. Flyfish disse:

    Sim! O 2 é quase que um remake em um outro ambiente Hehehe… Muito bom também!

    “E fique com o troco seu animal” Rátátátátátátátá. [2]

  3. karina disse:

    Um dos melhores filmes que já assisti, tanto o primeiro quanto o segundo foram inesqueciveis, e nunca enjoa de assistir de tão bom que é.

  4. Anderson Borges disse:

    as crianças precisam de violência na tv para extravasar, quando elas não assistem violência elas praticam e o pior não tem ideia das consequencias. nada melhor para uma criança do que um bom desenho violento como DBZ e pica-pau

  5. Vivi disse:

    Hahaha… Tadinho, meu sobrinho agora tá mais calmo, largou mão de assistir porcaria p/ começar a ver desenhos normais…rsrs

    Eu gostava p/ caramba desse filme, mas depois q trocaram o menino, ficou chato.

Comenta aí, traça!

Powered by WordPress | Free T-Mobile phones at BestInCellPhones.com. | Thanks to Verizon Wireless, Facebook Games and The diet solution